Ministro Barroso faz duras críticas ao voto impresso auditável e que trará grande impacto ambiental

Ministro Barroso faz duras críticas ao voto impresso auditável e que trará grande impacto ambiental

Em discurso na abertura dos trabalhos no TSE, o Ministro Luiz Barroso, fez duras críticas ao voto impresso auditável e uma dessas críticas foi a que 150 milhões de impressões seria um péssimo impacto no meio ambiente por usar papel, outra crítica feita pelo ministro foi a de que a fraude poderia voltar ao tempo do coronelismo na antiga República ou mesmo ao tempo do império, além disso o transporte dessas urnas auditáveis com impressão seria um problema devido a facções criminosas ou roubos de cargas.

O presidente Bolsonaro hoje (02) havia criticado o Ministro Barroso e disse que não há semi-deus no Brasil, disse que ao contrário do que Barroso diz, as urnas eletrônicas podem ser de alguma forma fraudadas, Bolsonaro não confia no modelo atual e provavelmente vai brigar no congresso para que a PEC 135 que permite essa auditoria no papel.

Leia também:

Terra Brasil Notícias