Ministério Público Militar arquiva acusações contra Pazuello

Ministério Público Militar arquiva acusações contra Pazuello

O processo contra Pazuello foi aberto no dia 26 de maio e arquivado no dia 11 de junho.

O Ministério Público Militar decidiu arquivar os processos contra o general Eduardo Pazuello e o comandante da Aeronáutica, Carlos Almeida Baptista Júnior. Ambos integrantes das Forças Armadas foram alvos de ações que apontam participação política indevida e proibida a militares da ativa. A informação é do jornal o Estado de S. Paulo.

Em junho, o comando do Exército decidiu não punir o general e ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello pela participação em um evento com o presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro no dia 23 de maio.

O processo contra Pazuello foi aberto no dia 26 de maio e arquivado no dia 11 de junho. Já o caso envolvendo o comandante da Aeronáutica começou no dia 23 de junho e foi recusado pelo órgão no dia 19 de julho.

Leia também:

Terra Brasil Notícias