Mayra Pinheiro rebate pedido de afastamento pela CPI: ‘Desacato à Justiça’

Mayra Pinheiro rebate pedido de afastamento pela CPI: ‘Desacato à Justiça’

Secretária afirma que a comissão não tem competência para agir de tal forma

Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 aprovou na manhã desta terça-feira, 3, um pedido para afastar a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde, Mayra Pinheiro, do cargo que exerce no Ministério da Saúde. No entendimento dos senadores, a médica pode atrapalhar as investigações da CPI caso permaneça no cargo.

Mayra, contudo, rechaçou o pedido de afastamento e acusou os parlamentares de desacato à Justiça. “A CPI não tem competência para solicitar afastamento de quem não cometeu nenhum crime”, rebateu a secretária, em entrevista concedida à CNN Brasil. Até o momento, integrantes da CPI não se manifestaram sobre as declarações da médica.

Leia também:

Terra Brasil Notícias