Jogador de futebol nega calote de R$ 10 milhões em Eduardo Costa

Jogador de futebol nega calote de R$ 10 milhões em Eduardo Costa

O comentarista esportivo da Globo Minas e ex-jogador de futebol Fábio Júnior Pereira, acusado de um suposto calote na compra de uma mansão de Eduardo Costa, negou que tivesse chegado a fechar negócio com o cantor. Ele alega que que nunca chegou a “pisar no imóvel” e que tinha feito um distrato “de boca e informal”.

“Tive a intenção de comprar o imóvel, assinei o contrato, e depois meus advogados me alertaram que haviam algumas cláusulas que não eram boas, e também que o imóvel poderia ter problemas na Justiça. Assinei sem ter noção disso, e conversamos para ser feito um desacordo informal. Achei que estava tudo bem. Se eu tivesse feito um distrato formal, na Justiça, não estaria passando por isso”, disse o ex-atleta, em entrevista ao Uol.

Leia também:

Terra Brasil Notícias