Com CPI da Covid na reta final, esquerda articula-se pela volta da CPMI das Fake News no parlamento

Com CPI da Covid na reta final, esquerda articula-se pela volta da CPMI das Fake News no parlamento

Tão logo termine a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, a oposição ao governo Jair Bolsonaro vai retomar os trabalhos da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News, “adormecida” desde março de 2020. É o que informou nesta segunda-feira, 30, o jornal O Globo.

O presidente da CPMI, senador Ângelo Coronel (PSD-BA), já acertou com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), uma reunião depois das manifestações de 7 de Setembro para definir a data de reinício dos trabalhos. O foco da CPMI será a campanha de reeleição de Jair Bolsonaro, em 2022.

A expectativa da esquerda é a de que seja possível reativar a CPMI das Fake News até o fim de setembro, quando se espera que a CPI da Covid finalize e vote o relatório final. Ângelo Coronel e a relatora da CPMI, senadora Lídice da Mata (PSB-BA), juntaram na semana passada o que a CPMI já colheu.




Leia também:

Terra Brasil Notícias