Youtuber é preso acusado de estupro de vulnerável

Youtuber é preso acusado de estupro de vulnerável

Influenciador digital Raulzito conhecido no mundo gamer, ele atraia crianças e adolescentes com promessas de acesso a trabalhos e a uma emissora de TV. Polícia do Rio comanda investigação.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro cumpriu um mandado de prisão contra o influenciador Raulino de Oliveira Maciel por estupro de vulnerável nesta terça-feira (27/7). Ele foi acusado de abuso sexual por mães de duas crianças. A suspeita é de que os crimes tenham ocorrido em fevereiro e maio deste ano nas cidades de Niterói (RJ) e São Caetano do Sul (SP). De acordo com a Polícia, o suspeito foi encontrado em Florianópolis (SC) e não reagiu.

Raulzito, como é conhecido, é famoso nas redes sociais por fazer vídeos ao vivo de jogos de computador e videogame, além de compartilhar conteúdo desse universo nos perfis que mantém. A denúncia diz que ele se aproximava das crianças por meio do Instagram oferecendo acesso a trabalhos e a uma grande rede de televisão.

Segundo os policiais, o perfil dos abordados era de menores com idades entre 10 e 14 anos, caucasianos, com cabelos longos e que, em geral, trabalhavam como artistas. Nas descrições das redes sociais, Raulzito afirma fazer gerenciamento de carreiras de novos talentos e acompanhamento de interessados no universo gamer. Só no YouTube ele tem 145 mil inscritos, além de 208 mil no Instagram e 118 mil na plataforma Twitch.

O processo corre em segredo de justiça, mas a polícia do Rio não descarta que outras famílias procurem as autoridades durante o período de investigação. A defesa de Raulzito ainda não se manifestou. Ele ficará em prisão temporária por 30 dias.

Leia também:

Terra Brasil Notícias