Maia se propõe a ajudar Lula e declara: “É o favorito para 2022”

Maia se propõe a ajudar Lula e declara: “É o favorito para 2022”

Em entrevista à Veja publicada na manhã desta sexta-feira (02), o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse que pode ajudar Lula (PT) nas eleições de 2022.

Maia disse considerar um “aceno necessário” iniciar diálogos com um ex-presidiário que lidera as pesquisas eleitorais e tem boas chances de figurar no segundo turno.

O deputado federal teve um encontro com Lula recentemente e disse que, apesar da “boa conversa”, não acredita em uma aliança de imediato mas ressaltou que, em sua avaliação, é preciso se manter aberto à necessidade de uma grande união caso o presidente Jair Bolsonaro se apresente competitivo em 2022.

“Esse tipo de aproximação é um aceno necessário nos tempos atuais: todos no campo democrático devem conversar. O Lula está praticamente no segundo turno, é favorito em 2022 e nós, do centro liberal, não podemos ficar de fora, precisamos tratar do futuro do país. As instituições provaram resiliência contra o autoritarismo do governo Bolsonaro, mas podem vir a se enfraquecer na hipótese de um segundo mandato”, afirmou.

Questionado se existia alguma chance de apoiar Lula, Maia optou pela palavra “ajuda” e disse que tem interesse em conversar com o ex-presidiário sobre o Brasil. 

“Posso ajudar, sim”, disse Maia citando uma aproximação com representantes da esquerda nos últimos anos.

“Eu me aproximei da esquerda já durante o segundo mandato de Dilma Rousseff, para dar força à pauta econômica. Depois da queda do Eduardo Cunha, o PT me apoiou para conquistar a presidência da Câmara”, afirmou.

Leia também:

Terra Brasil Notícias