Doria pede saída de Aécio do PSDB: ‘Não gosta de eleição, gosta de conchavão’

Doria pede saída de Aécio do PSDB: ‘Não gosta de eleição, gosta de conchavão’

‘Tenho pena e lamento que ele ainda frequente o PSDB. Deveria ter pedido para sair’, afirmou o governador paulista

Em mais um capítulo da guerra interna do PSDB, o governador de São Paulo, João Doria, pediu nesta segunda-feira, 19, que o deputado federal Aécio Neves (MG) deixe a legenda.

No fim de semana, Aécio criticou a pré-candidatura de Doria à Presidência da República. Segundo o parlamentar mineiro, a postulação do governador paulista poderá representar o “esfacelamento” do PSDB, que se tornaria um partido “nanico”.

“Aécio não gosta de eleição, gosta de ‘conchavão’, que foi o que ele fez com o governo [de Jair] Bolsonaro. Aécio não quer nenhum nome do PSDB como candidato à Presidência. Ele quer é que o fundo eleitoral fique à disposição dele mesmo”, afirmou Doria em entrevista à CNN Brasil.

“Nanico é o pensamento de Aécio Neves. Nanico foi o que ele fez, após a derrota dele [na eleição presidencial de 2014], ao pedir propina a um grande empresário brasileiro e estar sofrendo agora a oito processos. Tenho pena e lamento que ele ainda frequente o PSDB. Deveria ter pedido para sair”, completou Doria, referindo-se ao episódio da gravação de uma conversa entre Aécio e Joesley Batista, dono da JBS, divulgada em 2017.

Leia também:

Terra Brasil Notícias