Secretário de Doria reconhece que o governo federal ajudou a antecipar a vacinação em SP

Secretário de Doria reconhece que o governo federal ajudou a antecipar a vacinação em SP

O secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, reconheceu que o governo federal contribuiu para que a imunização contra a covid-19 fosse antecipada no Estado. “Toda a estrutura do calendário vacinal está baseada, também, nas informações e quantitativos que vão ser enviados pelo Ministério da Saúde (MS)”, disse, nesta segunda-feira (14) em entrevista ao Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan. Até 15 de setembro, os brasileiros de SP acima de 18 anos já terão recebido a primeira dose da vacina.

“Receberemos, agora, 2 milhões de doses da vacina da Janssen, que foi programada e prometida pelo MS, entre outras, como a da Pfizer e da AstraZeneca”, acrescentou Gorinchteyn. “Estamos progredindo no programa estadual”, afirmou, ao mencionar que o Instituto Butantan entregou, na semana passada, 800 mil doses da CoronaVac. Ao anunciar no Twitter que a imunização seria antecipada, o governador João Doria (PSDB-SP) não mencionou a ajuda do MS.

Leia também:

Terra Brasil Notícias