Lula vai ao Nordeste em busca de palanques para eleição de 2022

Lula vai ao Nordeste em busca de palanques para eleição de 2022

Após ser “favorecido” pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que anulou suas condenações no âmbito da Operação Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) agora prepara uma série de viagens ao Nordeste em julho na busca por palanques para a eleição de 2022. A “turnê” parece ser motivada principalmente pela boa aceitação que Bolsonaro tem recebido na região.

A movimentação de Lula na região está prevista para ocorrer nos estados da Bahia, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba e Alagoas. O principal articulador da agenda lulista pela região é o presidente do consórcio de governadores do Nordeste, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT). A ideia é que as viagens sejam restritas a locais com envolvidos nas alianças para 2022.

Nos bastidores, o objetivo de Lula seria começar a selar acordos que ele vem desenhando ao longo dos últimos meses. Após sua passagem por Brasília, por exemplo, onde se encontrou com políticos nordestinos como o ex-presidente José Sarney e o ex-senador Eunício Oliveira, ambos do MDB, o ex-presidente tem mantido interlocuções com lideranças locais.

Integrantes do PT também afirmam que a proximidade com lideranças da região tem como objetivo garantir o apoio à candidatura presidencial de Lula diante da possibilidade de diversas legendas, como MDB, PSB e PSD, declararem independência na disputa de 2022.

Em Pernambuco, por exemplo, onde os petistas tentam aliança com o PSB, Lula teria como desafio para firmar seu palanque uma ala pessebista que tenta encampar uma candidatura própria e, ao mesmo tempo, mantém conversas com o também presidenciável Ciro Gomes (PDT).

Já no Ceará, reduto eleitoral de Ciro Gomes, que também é pré-candidato à presidência, Lula teria um dilema com Camilo Santana (PT), governador cearense que conta com o apoio dos Ferreira Gomes em sua gestão. Santana, por exemplo, tem apostado em uma recomposição entre PT e PDT, o que tem sido descartado por lideranças de ambas as legendas.

Apesar disso, Lula tem conversado com o ex-senador Eunício Oliveira, principal adversário de Ciro Gomes no Ceará, e pré-candidato ao governo do estado em 2022. O cacique do MDB pretende reunir prefeitos do interior cearense durante a visita de Lula, no intuito de agregar palanques ao petista.

Leia também:

Terra Brasil Notícias