Jornal Nacional se aproxima da pior audiência da história

Jornal Nacional se aproxima da pior audiência da história

O Jornal Nacional está bem perto de atingir um recorde negativo histórico de audiência neste ano. O telejornal de maior alcance do país perdeu público e está à beira da audiência alcançada em 2015, quando bateu de frente com a novela bíblica Os Dez Mandamentos, da RecordTV, considerada um fenômeno de audiência.

De acordo com dados do site Notícias da TV, naquele ano, William Bonner e Renata Vasconcellos “suaram” para alcançar uma média anual de 24,7 pontos no Painel Nacional de Televisão (PNT) – que lista os índices das 15 principais regiões metropolitanas do Brasil. A média é considerada baixa para o telejornal.

Ainda em 2015, o JN fechou o ano com menos de 40% dos televisores do mercado nacional sintonizados no telejornal – o share foi de 39,7%. Antes disso, o pior índice tinha sido registrado em 2014, quando o JN teve média de 25,5 e share de 43,6%.

De 2016 a 2020, a média de televisores sintonizados foi de 42% e pelo menos 27,7 pontos no PNT. 2017 foi ano em que o telejornal teve mais público, como 29,3 de Ibope no PNT.

DIFICULDADES EM 2021
O Jornal Nacional começou a enfrentar dificuldades em abril deste ano, quando chegou ao fim a novela inédita Amor de Mãe e entrou no ar a reprise de Império. Em maio, os índices naufragaram de vez quando o Big Brother Brasil, que ultrapassava os 30 pontos de audiência, se encerrou.

O telejornal sente os efeitos da falta de programação inédita no canal. Até 22 de junho, Bonner e Renata alcançaram média de 25,5 pontos – que só não é menor do que no ano de 2015 – e share de 38,7%, este sim o pior de todos os tempos.

Parte da perda de audiência é explicada pela novela Gênesis, da RecordTV, que deixou de assistir à reprise de Império e trocou o canal pela emissora do bispo Edir Macedo. No entanto, a migração não é o suficiente para ameaçar o domínio do JN, mas, sim, incomodar.

Além disso, o telejornal ainda não vê grandes perdas de público nas capitais, o que é um bom sinal para a TV Globo, que consegue manter o espaço comercial do Jornal Nacional como um dos mais caros da emissora.

Leia também:

Terra Brasil Notícias