Família Real: Harry admite que sente falta de casa e pede conselhos

Família Real: Harry admite que sente falta de casa e pede conselhos

Em solo britânico para participar da cerimônia de inauguração da estátua da mãe, a princesa Diana, Harry tem feito telefonemas para amigos que moram no Reino Unido, conforme revelou um autor real. Nas ligações, o marido de Meghan Markle pediu conselhos a fim de melhorar a relação com o pai, o príncipe Charles. O vínculo entre os dois está abalado desde que o duque de Sussex atacou o primogênito da rainha Elizabeth II em entrevistas de tevê. Informações do Metrópoles.

Harry tem um fiel círculo de amizade no Reino Unido. Ao Daily Mail, o historiador Robert Lacey apurou que alguns dos integrantes da rede de amigos o duque de Sussex conhece desde os tempos em que era solteiro e amante de festas. Integram o grupo, colegas da escola, companheiros das Forças Armadas, mentores reais e até confidentes da princesa Diana. A maioria também é íntima do irmão de Harry, William.

Diante da rixa entre Harry e William, os amigos em comum “ouviram com simpatia” os dois lados nos últimos meses e “não tomaram partido”, de acordo com a investigação de Lacey. Os filhos de Charles estão brigados por diversos motivos, como ciúmes do marido de Kate Middleton por se sentir ofuscado pelo irmão e renúncia do duque de Sussex da família real. Para piorar a situação, as entrevistas concedidas por Harry abalaram mais a convivência da dupla.

De acordo com o especialista real, os amigos analisaram que Harry sente-se triste devido às queixas contra o pai terem sido “mal recebidas”. Na série The Me You Can’t See, da Apple TV+, o duque de Sussex acusou Charles de negligenciá-lo quando enfrentou problemas de saúde mental. O marido de Meghan Markle criticou o pai ao dizer que ele pouco se importava com as suas lutas psicológicas. Ele disse ser traumatizado pela morte da mãe, Diana, em 1997.

“Meu pai costumava me dizer quando eu era mais jovem, falava a mim e a William: ‘Bem, foi assim comigo, então vai ser assim para você’. Isso não faz sentido. Só porque você sofreu, isso não significa que os filhos tenham de sofrer. Na verdade, muito pelo contrário. Se você sofreu, faça tudo o que puder para ter certeza de que quaisquer experiências negativas que teve, você possa consertar aos filhos”, ressaltou o príncipe Harry na série.

Príncipe Charles, William, Kate Middleton, Meghan Markle e Harry

Antes de desembarcar no Reino Unido na quinta-feira (25/6), o duque de Sussex chegou a falar a amigos que “gostaria de se reconciliar e está disposto a admitir alguns erros que cometeu”. Contudo, mais um insulto da realeza contra a mulher, Meghan Markle, vem à tona e Harry se inflama novamente. Todos os episódios da rivalidade entre os filhos de Charles estarão em um novo livro escrito por Robert Lacey, intitulado de Battle of Brothers.

No livro, o autor defende o ponto de vista de que a rixa entre os “dois filhos amargamente divididos da princesa Diana não parece que acabará tão cedo”. Quem entrou em cena a fim de acalmar os ânimos foi a rainha Elizabeth II. Segundo uma fonte afirmou ao The Sun, a monarca tentará “agir como uma pacificadora”. Flagraram a soberana indo ao encontro do neto, minutos depois dele chegar a Frogmore Cottage, residência oficial do duque de Sussex no Reino Unido.

Meghan Markle, príncipe Harry e rainha Elizabeth II
Meghan Markle e a rainha Elizabeth

Leia também:

Terra Brasil Notícias