Advogados pedem ao MPF exames de sanidade mental de Bolsonaro

Advogados pedem ao MPF exames de sanidade mental de Bolsonaro

Um grupo de advogados solicitou (íntegra) neste sábado (21) ao Ministério Público Federal do Distrito Federal (MPF-DF) que o presidente Jair Bolsonaro seja interditado, ou seja, considerado incapaz para os atos da vida civil.

O conjunto intitulado de “Advogados e Advogadas pela Democracia” pede que seja feita uma avaliação psiquiátrica de Jair Bolsonaro.

O motivo para a ação é a atuação do presidente da República em relação a crise do coronavírus, que ora minimiza a doença, ora a trata como caso um sério. De acordo com a representação, as atitudes de Bolsonaro parecem “configurar considerável grau de desorientação e confusão psíquica”.




Leia também:

Terra Brasil Notícias