Monique: “Fui a melhor mãe que Henry poderia ter tido”

Monique: “Fui a melhor mãe que Henry poderia ter tido”

Em carta de 29 páginas escrita à mão, Monique Medeiros deu uma nova versão sobre a morte do filho, Henry Borel, e do relacionamento que ela mantinha com o vereador Dr. Jairinho. Em um trecho da missiva, a pedagoga disse que foi a “melhor mãe que Henry Borel Medeiros poderia ter tido”.

“Nunca acobertei maldade ou crueldade em relação ao Henry. Nunca encostei um dedo dele, nunca bati no meu filho. Eu fui a melhor mãe que ele poderia ter tido. Minha vida hoje não faz mais sentido algum”, escreveu ela no Complexo de Bangu, zona Oeste do Rio, onde se encontra presa e em tratamento contra a Covid-19.

Leia também:

Terra Brasil Notícias