Com lance único, governo Bolsonaro arrecada R$ 32,7 milhões com leilão de ferrovia

Com lance único, governo Bolsonaro arrecada R$ 32,7 milhões com leilão de ferrovia

Seguindo a programação da Infra Week, em que deve conceder 28 ativos públicos entre aeroportos, portos e ferrovia à iniciativa privada, o governo federal leiloou a ferrovia Fiol 1 nesta quinta-feira (8).

O evento, que ocorreu na B3, em São Paulo, teve apenas uma empresa com lance válido. A Bahia Mineração (BAMIN) arrematou o ativo com outorga de R$ 32,7 milhões, valor mínimo proposto pelo governo federal.

Trata-se do primeiro trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, entre Ilhéus e Caetité, na Bahia. O pedaço, que conta com 537 quilômetros de extensão, deve ainda prospectar R$ 3,3 bilhões de investimentos em 35 anos de concessão, sendo R$ 1,6 bilhão para a conclusão das obras, e 65 mil empregos diretos e indiretos. 

A Bamin é uma mineradora brasileira criada em 2005. A expectativa é que seu projeto Pedra de Ferro produza 18 milhões de toneladas de minério de ferro por ano.

A oferta única vem um dia após o governo federal ter licitado um conjunto de 22 aeroportos em três blocos, obtendo 3,3 bilhões de reais em outorgas, valor cerca de 17 vezes superior ao mínimo definido no edital.

Aogra, governo espera concluir a implementação de mais dois trechos para a ferrovia: entre Caetité (BA) e Barreiras (BA), e de Barreiras (BA) a Figueirópolis (TO). Com isso, poderá conectar o porto de Ilhéus à também ferrovia Norte-Sul. 

Leia também:

Terra Brasil Notícias