Conselho de Ética da Câmara arquiva processo movido pela esquerda contra Eduardo Bolsonaro

Conselho de Ética da Câmara arquiva processo movido pela esquerda contra Eduardo Bolsonaro

Nesta quinta-feira (8), o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara decidiu arquivar o processo movido por Rede, Psol, PT e PCdoB contra o deputado Eduardo Bolsonaro. 

Foram 12 votos pelo arquivamento e cinco pela continuidade.

O processo, referente às representações 10/19 e 11/19, será arquivado, a menos que haja recurso ao Plenário contra a decisão.

Os quatro partidos acusam o parlamentar de quebra de decoro e de atentado contra a democracia por, de acordo com eles, “sugerir, durante uma entrevista, a adoção de um novo AI-5, instrumento que, em 1968, endureceu o regime militar, permitindo o fechamento do Congresso Nacional, entre outras medidas”.

Leia também:

Terra Brasil Notícias