Uso excessivo de telas aumenta risco de compulsão alimentar em crianças

Uso excessivo de telas aumenta risco de compulsão alimentar em crianças

Os riscos de passar muito tempo em frente às telas estão bem documentados, mas um estudo recente acaba de identificar outro mal possível. 

Crianças com idades entre 9 e 11 anos nos Estados Unidos que utilizam aparelhos como o celular por muito tempo têm mais probabilidade de desenvolver transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP) um ano depois, concluiu o estado. E as redes sociais são as principais culpadas. 

Cada hora gasta nessas plataformas foi associada a um risco 62% maior de ter a doença, enquanto cada hora gasta assistindo televisão ou filmes foi associada a um risco 39% maior, descobriu o estudo. 

“As crianças podem ser mais propensas a comer em excesso quando distraídas em frente às telas”, disse Jason Nagata, professor assistente de pediatria da Universidade da Califórnia em San Francisco e principal autor do estudo. 

Transtorno 

O transtorno da compulsão alimentar periódica é caracterizado por episódios curtos e recorrentes de alto consumo de alimentos, frequentemente acompanhados por uma sensação de perda de controle. Pessoas que sofrem da TCAP normalmente sentem angústia ou culpa após a farra, explicaram os pesquisadores. 

Leia também:

Terra Brasil Notícias