Mourão rejeita toque de recolher nacional: ‘Não somos ditadura’

Mourão rejeita toque de recolher nacional: ‘Não somos ditadura’

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, comentou, nesta terça-feira (2), um pedido feito pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) para a adoção de um toque de recolher nacional. Ao falar com a imprensa durante sua chegada ao Palácio do Planalto, Mourão disse que não adianta “querer impor algo nacional” e que a melhor solução é focar na vacinação contra a Covid-19 e na conscientização da população.

A sugestão foi dada pelo Conass nesta segunda-feira (1º), quando o conselho divulgou uma carta pedindo uma série de medidas com o objetivo de “evitar o iminente colapso nacional das redes pública e privada de saúde”. Entre elas estava o toque de recolher das 20h às 6h.

Leia também:

Terra Brasil Notícias