Itaú demite 50 funcionários por recebimento indevido de auxílio emergencial

Itaú demite 50 funcionários por recebimento indevido de auxílio emergencial

O Itaú Unibanco demitiu funcionários que pediram auxílio emergencial, o que é indevido por se tratar de pessoas empregadas. Foram cerca de 50 demitidos, mas as demissões não foram por justa causa. A informação foi repassada na última quarta-feira, por meio de comunicado interno, e confirmada pela reportagem.

Em nota, o Itaú aponta que ética é um valor fundamental para a instituição, que deve ser cultivado não apenas nas decisões do banco, mas também dos seus colaboradores, que são orientados e treinados de forma recorrente sobre o tema. “Desta forma, ao identificar que alguns dos seus profissionais solicitaram o auxílio emergencial disponibilizado pelo Governo Federal, prática que caracteriza desvio de conduta, o banco decidiu pelo desligamento desses colaboradores.”

Leia também:

Terra Brasil Notícias