Covid: Japão pede à China que pare de fazer testes retais em japoneses

Covid: Japão pede à China que pare de fazer testes retais em japoneses

Nesta segunda-feira (1º), um porta-voz do governo do Japão informou que seu país pediu à China que pare de realizar testes de detecção de Covid-19 por via retal em cidadãos japoneses. De acordo com o secretário-chefe de gabinete, Katsunobu Kato, os exames causam um “sofrimento psicológico”.

A declaração foi dada pelo integrantes do governo japonês durante uma coletiva de imprensa.

“Alguns japoneses relataram à nossa embaixada na China que passaram por exames de amostra anal, o que [lhes] causou um grande sofrimento psicológico”, ressaltou.

Apesar do apelo, Katsunobu Kato informou que a China não deu nenhuma resposta sobre o pedido e que, por isso, o Japão irá insistir na solicitação.

A China adotou o uso de testes retais para identificação da Covid-19 em janeiro. Na ocasião, o médico Li Tongzeng, do hospital You’an em Pequim, afirmou à CCTV que o teste retal “aumenta a taxa de detecção de pessoas infectadas” porque o coronavírus permanece mais tempo no ânus do que no trato respiratório.

Leia também:

Terra Brasil Notícias