Mais de 300 alunas são raptadas dentro de colégio

Mais de 300 alunas são raptadas dentro de colégio

Cerca de 300 alunas podem ter sido sequestradas em uma escola secundária do governo na cidade de Jangebe, no estado de Zamfara, na Nigéria, depois que homens armados atacaram o local na manhã desta sexta-feira (26).

“Sim, recebemos um relatório sobre o sequestro de (cerca de 300) estudantes mulheres em Jangebe, mas ainda não podemos confirmar o número exato de mulheres sequestradas ou dar mais detalhes sobre o que aconteceu”, disse à Agência Efe, Alhaji Abubakar Dauran, Comissário de Segurança e Assuntos Internos de Zamfara.

“Ainda estamos aguardando os relatórios da polícia e da escola”, acrescentou, sobre um ataque que as autoridades acreditam ter sido perpetrado por “bandidos”.

O grupo de homens armados invadiu o internato por volta de 1h (hora local), de acordo com declarações anônimas de um membro da escola ao jornal local The Punch, e começou a transferir as alunas à força em carros e motocicletas.

“Quando chegaram à escola pensávamos que eram seguranças, mas nosso maior medo e consternação se confirmaram quando começaram a levar as meninas”, detalhou esta fonte, que confirmou que alguns dos criminosos usavam uniformes falsos.

“Quase desmaiei quando soube do sequestro das alunas, incluindo minha filha”, disse o pai de uma das estudantes, identificado como Malam Lawal Jangebe.

O sequestro de Zamfara ocorreu nove dias após o feito por homens armados de 28 estudantes e vários professores da Escola de Ciências do Governo, em Kagara, no estado ocidental de Níger, que também era vigiada por seguranças.

Leia também:

Terra Brasil Notícias