STF nega inclusão de deficientes em grupo prioritário da vacinação

STF nega inclusão de deficientes em grupo prioritário da vacinação

Neste quarta-feira (20), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, negou pedido liminar para inclusão de pessoas com deficiência nos grupos prioritários de vacinação contra o novo coronavírus na primeira fase do Plano Nacional de Imunização.

O pedido foi feita pela Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down, que pediu ainda a priorização dos respectivos cuidadores, acompanhantes e responsáveis.

Ministro remeteu a solicitação ao Ministério da Saúde analise, que deverá analisá-lo.

Conforme a decisão do ministro, o pedido, “por mais louvável que ele se afigure”, é genérico e abrangente, carecendo, portanto, de “avaliações técnicas mais aprofundadas e estudos logísticos de maior envergadura”.

Leia também:

Terra Brasil Notícias