Prefeitura do Rio e governo do estado liberam público em estádios de futebol

Prefeitura do Rio e governo do estado liberam público em estádios de futebol

A Prefeitura do Rio e o governo do estado liberaram a presença do público nos estádios. O último jogo com torcida tinha sido em 11 de março, Flamengo x Barcelona, pela Libertadores.

A novidade consta das novas regras contra a Covid-19 publicadas nesta quarta-feira (13) em uma resolução conjunta das secretarias de Saúde do estado e do município. Outra medida prevê fechar shoppings em determinadas condições.

A volta dos torcedores às arquibancadas será com restrição da capacidade. A redução dependerá da classificação de risco para Covid-19 da região, divulgada toda sexta-feira pelo município.

Se a região do estádio estiver em risco moderado, as arquibancadas poderão receber 20% da capacidade e manter afastamento de dois metros entre os torcedores. Se o risco estiver alto, somente 10%, com três metrosde distância para cada um; se for risco muito alto, o público não poderá entrar.

A resolução permite ainda o consumo de bebidas alcoólicas — mas somente no próprio assento. Deverá haver controle dos portõespara evitar aglomerações na entrada e na saída.

Maracanã, em que normalmente cabem 78 mil pessoas, poderia receber cerca de 8 mil torcedores. O Nilton Santos, com seus 46 mil lugares, deveria abrigar pouco menos de 5 mil; e São Januário, com 21 mil no total, somente 2 mil.

Leia também:

Terra Brasil Notícias