Justiça determina que Nego do Borel mantenha distância mínima de 500 metros de Duda Reis

Justiça determina que Nego do Borel mantenha distância mínima de 500 metros de Duda Reis

A juíza Danielle Galhano Pereira da Silva concedeu medidas protetivas de urgência em favor da influenciadora Duda Reis, ex-namorada do cantor Nego do Borel. O artista fica proibido de aproximar-se da vítima e de sua família. Nego do Borel também não pode fazer contato com os mesmos.

O pedido foi feito pelas advogadas Izabella Borges e Giselly Bicalho, que representam Duda Reis. A jovem acusou o cantor de agressão física e de ameaçar matar a sua família. A jovem de 19 anos disse ainda que era espionada e manipulada por ele, não podendo nem mesmo ligar para suas amigas quando estava em sua antiga casa.

“Eu sofri, sim, agressão verbal; eu sofri agressão física, e não foi só uma vez. A história de Portugal, [de] que ele queria me deixar na van, no meio da estrada, é real”, contou.

A DECISÃO
“Ante o exposto, concedo as seguintes medidas protetivas de urgência:

a) proibição de aproximação da ofendida, de seus pais Simone de Carvalho Reis Barreiros e Luiz Fernando Luz Barreiros e [de sua] irmã, Amanda Reis Barreiros, pela distância mínima de 500 metros;

b) proibição de contato com a ofendida, com seus pais Simone de Carvalho Reis Barreiros e Luiz Fernando Luz Barreiros e [de sua] irmã, Amanda Reis Barreiros, por qualquer meio de comunicação (e-mail, mensagem de texto, telefone, carta, redes sociais e, inclusive, interposta pessoa);

c) proibição de frequentação de locais que a ofendida, seus pais Simone de Carvalho Reis Barreiros e Luiz Fernando Luz Barreiros e irmã, Amanda Reis Barreiros, costumam ir ou estejam (residência, local de estudo, trabalho e/ou lazer), mesmo que tenham chegado anteriormente ao local.”

Leia também:

Terra Brasil Notícias