‘Especialistas’ erraram: Número de internações cresce pouco após festas de final de ano no RN

‘Especialistas’ erraram: Número de internações cresce pouco após festas de final de ano no RN

Os “especialistas” que previram 10 mil mortes em um mês no Rio Grande do Norte em decorrência da Covid-19, erraram novamente. Desta vez, a “sobrecarga” esperada pelos “estudiosos”, no sistema de Saúde do Estado, por conta das festas de final de ano, não aconteceu.

Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde Pública do RN (Sesap), no dia 30 de dezembro de 2020 havia 151 leitos críticos ocupados. Comparado aos dados atuais, apenas 5 novos leitos não estão disponíveis. Ou seja, atualmente o estado possui 156 potiguares em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para tratamento da Covid-19.

No final do ano passado, diversas ações aconteceram para a proibição de eventos de final de ano, como por exemplo a Let’s Pipa, uma das festas mais tradicionais. 21 dias após osso festividades, não aconteceu o que era esperado pelo Estado.

Leia também:

Terra Brasil Notícias