China atravessa momento de pior repressão aos direitos humanos, aponta relatório

China atravessa momento de pior repressão aos direitos humanos, aponta relatório

Os direitos humanos na China estão atravessando, sob a presidência de Xi Jinping, “seu período mais negro” desde a repressão ao movimento democrático de Tiananmen em 1989, destacou nesta quarta-feira (13) o relatório anual da ONG Human Rights Watch (HRW).

O relatório lembra como um milhão de uigures e membros de outras minorias muçulmanas foram presos na região chinesa de Xinjiang nos últimos anos, enquanto o ataque às liberdades em Hong Kong e a repressão em áreas como o Tibete e a Mongólia Interior continuam.

Exemplos dessa reação foram a condenação à repressão de Xinjiang que 39 países, liderados pela Alemanha, expressaram na última Assembleia Geral das Nações Unidas, ou a diminuição do número de países que apoiaram a China na obtenção de uma cadeira no Conselho de Direitos Humanos da ONU.

Leia também:

Terra Brasil Notícias