Biden põe trans pediatra como secretário assistente de Saúde

Biden põe trans pediatra como secretário assistente de Saúde

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira (19) a escolha do médico pediatra transgênero Rachel Levine para o cargo de secretário assistente de Saúde. Caso seja confirmado no cargo pelo Senado, Levine será o primeiro transgênero a ser autorizado a ocupar um posto de autoridade federal.

– É uma escolha histórica e profundamente qualificada para ajudar a liderar os esforços de saúde de nossa administração – justificou Biden ao falar da opção por Levine.

Levine estava atuando como secretário de Saúde da Pensilvânia e foi responsável pela resposta de saúde pública do estado à pandemia do coronavírus. A nomeação do profissional de saúde para ocupar o cargo de autoridade sanitária estadual foi feito pelo governador democrata Tom Wolf, em 2017.

Formado pela Harvard e pela Tulane Medical School, Levine é presidente da Association of State and Territorial Health Officials. O médico escreveu no passado sobre a crise de opiáceos, maconha medicinal, medicina para adolescentes, transtornos alimentares e medicina LGBTQ.

Leia também:

Terra Brasil Notícias