Parte da falésia onde família morreu em Pipa volta a desabar

Parte da falésia onde família morreu em Pipa volta a desabar

A Praia de Pipa registrou dois novos deslizamentos nas áreas das falésias, um nesta quinta-feira (3) e outro que aconteceu na segunda-feira (30). Não houve vítimas.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente, Urbanismo e Mobilidade Urbana de Tibau do Sul, o trecho onde o desabamento voltou a ocorrer é exatamente na Baía dos Golfinhos, que foi interditado após o acidente que matou um casal, o filho de 7 meses, e o cachorro da família no dia 17 de novembro.

Hugo Pereira, de 32 anos, Stela Souza, de 33, aproveitavam um dia de folga na praia com o filho Sol Souza Pereira e o cachorro quando parte da falésia desabou sobre eles.

A secretaria informou que os locais que sofreram com os novos deslizamentos seguem interditados tanto na faixa de areia, quanto no topo da falésia, inclusive com dez estabelecimentos sendo mantidos fechados.
Por conta do novo desabamento, a prefeitura de Tibau do Sul reforçou o pedido para que os banhistas respeitem as sinalizações e evitem proximidade com a falésias nos trechos orientados.

Segundo o Município, as interdições vão seguir temporariamente até a conclusão do estudo técnico que está sendo realizado por geólogos e engenheiros civis.

Dez estabelecimentos e parte da faixa de areia próxima à falésia foram interditados um dia após o acidente que terminou na morte do casal.

Leia também:

Terra Brasil Notícias