Butantan assina post com ‘Equipe JD’ e exclui após repercussão; internautas questionam: “Equipe João Doria?”

Butantan assina post com ‘Equipe JD’ e exclui após repercussão; internautas questionam: “Equipe João Doria?”

Nesta última quinta-feira, 3 de dezembro, o perfil do Instituto Butantan usou a plataforma do Twitter para responder ao questionamento de uma usuária.

Na publicação, o órgão comenta sobre os benefícios de todos aqueles que aderem à vacina — garantindo que não é preciso ter pânico, pois ‘vacina não mata’.

Ocorre que, no final do post, o instituto assina o tuíte como ‘#EquipeJD‘ ao invés de #EquipeButantan.

“Bom dia, Elizabeth. O que podemos dizer a quem não acredita na vacina é que é preciso confiar na ciência, na experiência de quem faz e como faz. Vacina não mata. Nós temos tecnologia, equipe técnica e estrutura. E 120 anos de experiência. Pode confiar! #EquipeJD”, escreveu.

A resposta não passou desapercebida pelos usuários da rede social, que rapidamente indagaram acerca da mensagem. #EquipeJDé a assinatura utilizada pela assessoria de comunicação do governador João Doria (PSDB) nas redes sociais do político. Veja um tweet abaixo em que a equipe utiliza o termo.

Vale lembrar que o Instituto Butantan é uma instituição pública ligada à Secretaria da Saúde de São Paulo, ou seja, faz parte do Executivo estadual.

A regra contida no artigo 37, §1º da Constituição Federal, diz que a publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos.

Caso essa prática ocorra e seja comprovada, será considerada ofensa aos princípios da moralidade e impessoalidade administrativa, havendo risco do governante responder por ato de improbidade administrativa.

“Equipe JD? É a equipe do João Doria respondendo?”, questionou um internauta.

Em seguida, outro usuário também quis entender a assinatura contida no final do tuíte.

“Equipe JD?”, escreveu Augusto Cezar.

Apurando o fato

Diante da forte repercussão no Twitter, o Conexão Política resolveu apurar se o perfil do Instituto Butantan tinha veiculado ou não a resposta em questão.

Ao tentar visualizar a publicação, aparece a mensagem de que o post foi ‘excluído’ pelo órgão. Mesmo assim, prints já circulavam na rede social.

Apesar disso, a postagem foi salva no site archive.is (clique aqui), plataforma sem fins lucrativos cujo objetivo é o armazenamento de links, multimídia e informações históricas na Internet.

Com isso, mesmo após a exclusão do conteúdo, a íntegra da publicação permanece no ar em virtude do ‘arquivamento’ do tuíte no banco de dados.

Portanto, conclui-se que o conteúdo é verídico, ou seja, a publicação foi publicada pelo Instituto Butantan e excluída posteriormente.

Outro lado

O Conexão Política entrou em contato com o Butantan para solicitar maiores esclarecimentos. Em resposta, o instituto informou que “houve um erro de um membro da equipe de comunicação”.

De acordo com o órgão, o responsável pela publicação foi “contratado recentemente”.

“O equívoco foi prontamente identificado, corrigido e o conteúdo impróprio, apagado”, diz o texto.

Ainda segundo o Butantan, o profissional foi orientado.

Conexão Política

Leia também:

Terra Brasil Notícias