Assalto em Criciúma: policial militar baleado segue na UTI e colegas de corporação se mobilizam para doar sangue

Assalto em Criciúma: policial militar baleado segue na UTI e colegas de corporação se mobilizam para doar sangue

O soldado da Polícia Militar de 32 anos que ficou ferido durante o assalto em um banco em Criciúma, no Sul catarinense, segue internado na Unidade Intensiva de Saúde (UTI) do Hospital São João Batista na manhã desta quarta-feira (2).

Segundo a Polícia Militar, o quadro de saúde deve é grave, mas estável, e inspira cuidados. Ele passou por três procedimentos cirúrgicos, segundo o sub comandante da Polícia Militar de Santa Catarina, Marcelo Pontes.

O soldado Jeferson Luiz Esmeraldino, de 32 anos, é natural de Tubarão, também no Sul do estado, e atua desde 2016 na Polícia Militar, no 9º Batalhão de Polícia Militar de Criciúma.

Nesta quarta, a PM divulgou nota sobre o quadro de saúde do policial e também pedindo doação de sangue do tipo B + .

A mobilização pela doação de sangue para o soldado Esmeraldino começou pelos colegas de corporação e depois teve procura de outros moradores da cidade, segundo o coordenador da Divisão técnica o Hemocentro regional em Criciúma, Rafael Luiz da Silva.

Leia também:

Terra Brasil Notícias