PROCURADOR-GERAL DOS EUA AUTORIZA INVESTIGAÇÕES SOBRE FRAUDES NAS ELEIÇÕES AMERICANAS

PROCURADOR-GERAL DOS EUA AUTORIZA INVESTIGAÇÕES SOBRE FRAUDES NAS ELEIÇÕES AMERICANAS

O chefe do Departamento de Justiça americano, William Barr, autorizou ontem procuradores federais de todo o país a abrirem investigações sobre irregularidades nas eleições, enquanto o presidente Donald Trump continuava afirmando que perdeu a votação devido a uma fraude.

O anúncio libera os funcionários de antigas restrições a esse tipo de investigação, em meio a denúncias dos republicanos de que houve votos ilegais e irregularidades na apuração.

“Uma vez que a votação nas atuais eleições foi concluída, eu os autorizo a investigar denúncias substanciais de irregularidades na votação e no processo de recontagem, antes da certificação das eleições em suas jurisdições em certos casos”, determinou Barr.

Barr disse aos procuradores que esta prática nunca foi uma regra tão fortemente vinculante e que se eles observarem qualquer elemento que possa reverter os resultados da eleição de 3 de novembro, eles devem investigar.

A equipe do presidente luta para impugnar os resultados e revertê-los em vários estados chave, nos quais Biden venceu por pequena margem: Pensilvânia, Nevada, Geórgia e Arizona.

Estes votos deram ao democrata a maioria no Colégio Eleitoral suficiente para vencer a eleição presidencial dos Estados Unidos.




Leia também:

Terra Brasil Notícias