Policiais e militares eleitos prefeitos crescem 39% no Brasil

Policiais e militares eleitos prefeitos crescem 39% no Brasil

O número total de policiais e militares eleitos neste ano aumentou em todo o Brasil. A quantidade de comandantes de cidades com origem em forças de segurança cresceu 39% em 2020 na comparação com a eleição municipal de 2016.

Ao todo, 50 policiais ou militares se elegeram prefeito em 2020, segundo pesquisa encomendada pela revista Piauí. O UOL comparou essa informação com o número de eleitos em 2016. Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, 36 policiais se elegeram prefeito há quatro anos, 14 a menos.

A quantidade de vereadores eleitos cresceu menos no mesmo período, de 793 para 807 (alta de 1,7%).

O total de candidatos com esse perfil que disputaram o pleito já havia subido 3%, ao passar de 7.041 (2016) para 7.258 (2020), de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Foram consideradas candidaturas policiais e das forças de segurança aquelas em que o titular se identificou como bombeiro militar, membro das Forças Armadas, militar reformado, policial civil, policial militar ou nome na urna de cunho militar.

“Os policiais perceberam que para se elegerem este ano deveriam investir mais nas bases policiais do que na ideologia da extrema-direita, e o resultado foi o crescimento no número de prefeitos eleitos”, afirmou ao UOL Renato Sergio de Lima, diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Para o especialista, os policiais perceberam o desgaste do discurso punitivista que tomou as eleições de 2018.

“Como são pragmáticos, os policiais se deslocaram para a centro-direita buscando partidos com melhores estruturas partidárias e capilaridade no país todo”, diz.

Leia também:

Terra Brasil Notícias