PF mira ex-funcionário da Petrobras suspeito de receber US$ 2,2 milhões de empresas durante os governos Lula e Dilma

PF mira ex-funcionário da Petrobras suspeito de receber US$ 2,2 milhões de empresas durante os governos Lula e Dilma

Dois mandados e busca e apreensão estão sendo cumpridos em Angra dos Reis e Araruama, no Rio de Janeiro, na 78ª fase da Operação Lava Jato.

As ordens judiciais foram expedidas pela 13ª Vara Federal de Curitiba e envolvem um investigado da 57ª etapa da operação, que é ex-funcionário da Petrobras.

A reportagem apurou que o ex-funcionário é Jecenny Rodrigues.

Os crimes foram cometidos na diretoria de Abastecimento, segundo a Polícia Federal (PF), e especificamente na Gerência Executiva de Marketing e Comercialização.

De acordo com relatos de colaboradores, o funcionário teria recebido cerca de US$ 2,2 milhões, entre 2009 e 2015, para favorecer a trading company em negociações de compra de combustíveis marítimos fornecidos pela Petrobras.

Leia também:

Terra Brasil Notícias