Paulo Cupertino passou por 7 cidades e se escondeu em sítio do MS após matar ator Rafael Miguel e os pais dele; veja rota

Paulo Cupertino passou por 7 cidades e se escondeu em sítio do MS após matar ator Rafael Miguel e os pais dele; veja rota

Um levantamento mostra que Paulo Cupertino Matias passou por pelo menos sete cidades de três estados e se escondeu, até a semana passada, num sítio no Mato Grosso do Sul depois que matou o ator Rafael Miguel e os pais dele, no ano passado, em São Paulo.

O empresário atirou nas vítimas porque não aceitava o namoro da filha, Isabela Tibcherani, com o artista. Depois do crime, ele fugiu e, desde então, é procurado pela polícia.

Até o dia 27 de outubro, Cupertino estava trabalhando num curral em Eldorado (MS), onde cuidava do gado de um sitiante. Ele teria ficado no local entre 8 e 15 meses.

Na região, era conhecido como ‘Manoel Machado da Silva’, nome falso que adotou para despistar os policiais. Além disso, usava barba branca e comprida e um boné como disfarces.

Dias depois, a Polícia Civil de São Paulo foi até a cidade sul-mato-grossense e conseguiu fotos que mostram a fisionomia mais recente do criminoso, que fugiu novamente (veja as fotografias nessa matéria).
Até a publicação desta reportagem, Paulo continuava foragido da Justiça. Ele está na lista dos mais procurados de São Paulo. Quem tiver informações sobre seu paradeiro pode ligar para o Disque-Denúncia pelo número de telefone 181. Não é preciso se identificar.

Informações da investigação policial do caso e depoimentos de testemunhas indicam que, após deixar a capital, em junho de 2019, Paulo seguiu para outros municípios paulistas: Sorocaba, Águas de São Pedro, outra cidade não informada e Campinas.

Ele também passou por Ponta Porã, no estado do Mato Grosso do Sul, e Jataizinho, no Paraná. Nesses dois últimos municípios, o empresário conseguiu, respectivamente, fazer um novo Cadastro de Pessoa Física (CPF) e um novo tipo de Registro Geral (RG), ambos falsificados. Além de usar o nome falso de Manoel, Paulo forneceu dados pessoais que não são dele.

Depois de falsificar os documentos, o assassino seguiu para Eldorado, no Mato Grosso do Sul, onde conseguiu trabalho num sítio da cidade.

A informação sobre o último paradeiro de Paulo foi dada no domingo pela TV Record e acabou confirmada nesta segunda-feira (2) pelo G1 com a Secretaria da Segurança Pública (SSP) paulista.

“A Polícia Civil informa que as buscas pelo referido indiciado prosseguem, inclusive com o apoio da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul. Após a identificação do uso de uma identidade falsa, os agentes confirmaram que o procurado residiu durante um período na cidade de Eldorado (MS), tendo deixado o local na última semana. Equipes do DHPP [Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa] estiveram no local e diligências seguem em andamento para captura-lo”, informa a íntegra da nota divulgada pela pasta da Segurança sobre Paulo.




Leia também:

Terra Brasil Notícias