BOULOS É ACUSADO DE CONTRATAR EMPRESAS FANTASMAS COM DINHEIRO PÚBLICO

BOULOS É ACUSADO DE CONTRATAR EMPRESAS FANTASMAS COM DINHEIRO PÚBLICO

Durante o debate entre os candidatos à prefeitura de São Paulo, promovido nesta quarta-feira (11) pelo UOL em parceria com a Folha de S. Paulo, Celso Russomanno (Republicanos) questionou Guilherme Boulos (PSOL) sobre duas empresas supostamente fantasmas. As organizações foram contratadas pela equipe de Boulos para sua campanha eleitoral com dinheiro público.

Russomanno citou um vídeo publicado, nesta quarta, no canal Oswaldo Eustáquio, onde o blogueiro, homônimo ao canal, foi aos endereços de duas empresas contratadas pela equipe do candidato do PSOL, mas, em vez de encontrá-las, se deparou com residências domiciliares. Segundo o site Divulga Contas do TSE, a empresa Kyrion Consultoria e a Filmes de Vagabundo receberam, respectivamente, R$ 500 mil e R$ 28 mil.

Boulos disse desconhecer a reportagem e sugeriu que Russomanno estivesse fazendo uma “pegadinha” com ele. A resposta foi dada depois que Celso Russomanno insistiu duas vezes na pergunta sem obter resposta.

A equipe de Guilherme Boulos negou as informações de que as empresas seriam fantasmas. Segundo o PSOL, os funcionários da Kyrion e da Filmes de Vagabundo não foram encontrados nos locais, pois, devido à pandemia, estariam trabalhando em casa.

Leia também:

Terra Brasil Notícias