Agentes de Maduro entram no Brasil e levam inimigo do presidente venezuelano preso, mas ele escapa com ajuda de índios

Agentes de Maduro entram no Brasil e levam inimigo do presidente venezuelano preso, mas ele escapa com ajuda de índios

O Exército intensificou, na última semana, o patrulhamento na fronteira do Brasil com a Venezuela, em Pacaraima (RR).
O movimento das tropas foi registrado pela população local após o sequestro do empresário venezuelano Andrés Antonio Fernández Soto, acusado de diversos crimes pela ditadura de Nicolás Maduro.

Há duas semanas, Soto foi preso em Roraima por agentes leais ao chavismo e levado para o lado venezuelano da fronteira, mas acabou resgatado por índios.

Leia também:

Terra Brasil Notícias