OPERAÇÃO DA LAVA JATO NO CEARÁ É CONTRA REPASSE DE R$ 25 MILHÕES DA JBS PARA GRUPO DE CID GOMES

OPERAÇÃO DA LAVA JATO NO CEARÁ É CONTRA REPASSE DE R$ 25 MILHÕES DA JBS PARA GRUPO DE CID GOMES

A operação Marquetagem, que acontece na manhã desta sexta-feira (16), no Ceará, é contra um suposto repasse de cerca de R$ 25 milhões da JBS para um grupo que pertence ao senador Cid Gomes, irmão de Ciro Gomes.

São 17 mandados de busca e apreensão nas cidades de Fortaleza, São Paulo e Salvador. A maioria dos 17 alvos são empresas do setor de marketing e propaganda. São investigados repasses ilegais de políticos e empresários.

A PF indica que as vantagens indevidas teriam sido pagas por meio da simulação da prestação de serviços publicitários e do uso de notas fiscais frias e doações oficiais para campanhas eleitorais em 2010 e 2014. A investigação, que segundo a Polícia Federal consiste em mais uma fase a Operação Lava Jato Eleitoral, apura crimes de falsidade ideológica eleitoral, corrupção, lavagem de dinheiro e integrar organização criminosa.

Mais cedo, o deputado cearense André Fernandes comemorou a ação da polícia e afirmou ser um dos dias “mais felizes” da sua vida.

Leia também:

Terra Brasil Notícias