Jovem afirma que médico a beijou à força durante consulta; vítima é a terceira a denunciar profissional

Jovem afirma que médico a beijou à força durante consulta; vítima é a terceira a denunciar profissional

Uma jovem de 27 anos afirma ter sido beijada e abraçada à força por um médico de Santos, no litoral paulista, durante uma consulta oftalmológica em um hospital especializado em São Paulo. Em entrevista ao G1, nesta sexta-feira (9), ela contou que o homem ainda colocou a mão dela sobre a calça dele, nas partes íntimas. A defesa do profissional afirma que não foi informada da acusação.

Esta é a terceira denúncia de importunação sexual contra o médico, que já havia sido acusado por duas pacientes com suspeita de Covid-19 em São Vicente. Todos os casos foram registrados junto à Polícia Civil. Desta vez, o caso foi registrado como importunação sexual na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) Sul, em São Paulo. O profissional foi afastado dos dois centros médicos onde ocorreram as consultas.

As duas primeiras vítimas, uma recepcionista e uma vendedora, alegam ter sofrido assédio sexual durante consultas com o médico no Centro de Controle do Coronavírus de São Vicente. Segundo as pacientes, o suspeito afirmou que elas estavam “estressadas” e que precisavam “dar uma relaxada”.

Leia também:

Terra Brasil Notícias