Golpes de WhatsApp afetam cerca 15 mil pessoas por dia, diz levantamento

Golpes de WhatsApp afetam cerca 15 mil pessoas por dia, diz levantamento

Um levantamento feito pela empresa de tecnologia PSafe mostra que apenas no mês de setembro, mais de 473 mil brasileiros foram vítimas de clonagem de WhatsApp, um aumento de 25% em comparação a agosto. 

Houve um forte aumento de reclamações sobre golpes virtuais durante a pandemia, e os criminosos se aproveitam do maior tempo que as vítimas têm passado em casa para aplicar os roubos. Em entrevista à CNN, Marco DeMello, CEO da PSafe, comentou os números do levantamento e deu dicas de como se proteger de ataques cibernéticos. De acordo com o executivo, este aumento “corresponde ao aumento do uso da internet durante a pandemia”. 

No Brasil, o uso de WhatsApp é um dos maiores do mundo. Como ele é muito frequente para se comunicar e mensagem, os golpistas se aproveitam disso para disseminar os seus ataques via redes sociais e, em particular, no WhatsApp.”, explicou. 

De acordo com o especialista, os casos de clonagem dos aplicativos são atos de engenharia social e não um caso de ataque bruto e “nem mesmo de invasão do celular”. 

Leia também:

Terra Brasil Notícias