Ex-pedreiro, atacante de time do Maranhão aproveita folga para construir casa de funcionário do clube

Ex-pedreiro, atacante de time do Maranhão aproveita folga para construir casa de funcionário do clube

A profissão de origem dele é pedreiro. Foi assim que o hoje atacante do Sampaio na Série B do Brasileirão, Jackson, viveu praticamente toda sua vida para sustentar suas próprias pernas e de seus familiares. A troca das ferramentas pesadas pela chuteira aconteceu tarde, só aos 24 anos, no Sete de Setembro lá de sua Alagoas.

Com essa história nos ombros, Jackson desembarcou no Sampaio, hoje aos 27 anos, onde encontrou o massagista, Haroldo, que logo se tornou amigo pela afinidade de luta. E, em uma dessas conversas, o atacante do Sampaio, que inclusive deixou gol na última rodada da Série B, contra o Cuiabá, descobriu que era o massagista que precisa de uma mãozinha.

Haroldo queria construir uma muro em sua casa, mas não tinha dinheiro para o pagamento de um profissional. Foi aí que Jackson resolveu relembrar os velhos tempos e dar um show de solidariedade: “Levantar o muro do seu parceiro de clube”.

O problema disso tudo é achar um tempo entre viagens, treinos e jogos. E como é que atacante de coração enorme fez? Aproveitou as esporádicas folgas em meio ao calendário pesado da temporada 2020 para colocar tijolo por tijolo na casa do massagista tricolor.

O atacante aproveitou para fazer uma tabelinha com o seu companheiro de clube, o volante Ferreira, que deixou os gramados também na folga para ser seu ajudante.

“O Jackson me chamou para dar uma força, que ele ia fazer o muro para o Haroldo. Eu fui com todo prazer”, disse Ferreira.

“É um momento único de ajudar o Haroldo, assim como qualquer outra pessoa. E o melhor de tudo foi ver a felicidade no rosto dele, e isso aí não tem preço”, afirmou o atacante cheio de solidariedade.

A história veio a tona por meio de vídeos e fotos nas redes sociais. Em uma delas, Jackson falou em gratidão por ter ajudado o seu massagista.

“Sabe Deus! Muito obrigado por tudo. Minha gratidão sempre. O trabalho continua”, disse o atacante que também é pedreiro.

A iniciativa para ajudar o massagista já vem sendo realizada há alguns dias e jogadores como Paulo Sérgio, Roney, Luís Gustavo e o próprio Jackson já tinham começado os trabalhos para ajudar na construção na casa de Haroldo. Por trabalharem apenas nas folgas o muro ainda não foi terminado. A ideia é retomar a obra sempre que o Sampaio tiver uma folga na semana.

Jackson Bernardo da Silva tem 18 jogos com camisa do Sampaio e marcou seis gols. Aos 27 anos, o jogador passou ainda pelo Remo, Ypiranga-RS e Inter-RS. Sua carreira foi iniciada em 2017 no Sete de Setembro-AL.

Leia também:

Terra Brasil Notícias