BOMBA: TIA DA JOGADORA DE VOLEI QUE GRITOU “FORA BOLSONARO” RECEBEU MAIS DE 3 MILHÕES DA LEI ROUANET

BOMBA: TIA DA JOGADORA DE VOLEI QUE GRITOU “FORA BOLSONARO” RECEBEU MAIS DE 3 MILHÕES DA LEI ROUANET

A família da jogadora de Vôlei Carol Solberg é beneficiária das verbas ofertadas através da Lei Rouanet.

Carol ganhou os holofotes na última semana após ter gritado “Fora, Bolsonaro” durante transmissão ao vivo, após conquistar a medalha de bronze na primeira etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia. A manifestação política durante o torneio é vetada pelo regulamento. 

O Farol da Bahia teve acesso à relatórios que comprovam o recebimento de verbas por Helena Solberg, irmã do pai de Carol, Ruy Solberg. 

Até 2005, enquanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda governava, Helena embolsou R$ 3.100.000 através da Rouanet. 

No que se refere a manifestação de Carol Solberg, a Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do Vôlei, considerou que a jogadora infringiu o regulamento de competição do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia ao dizer “Fora, Bolsonaro”. Ela foi multada em R$ 1 mil, mas a pena foi revertida em advertência.

O advogado da jogadora é o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz.

Farol da Bahia

Leia também:

Terra Brasil Notícias