DELAÇÃO DO EX-PRESIDENTE DA FECOMÉRCIO CITAVA 8 MINISTROS DO TCU, MAS PGR REJEITOU

DELAÇÃO DO EX-PRESIDENTE DA FECOMÉRCIO CITAVA 8 MINISTROS DO TCU, MAS PGR REJEITOU

Na delação do ex-presidente da Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio), Orlando Diniz, citava oito dos nove ministros do Tribunal de Contas da União (TCU).

Os anexos 6 e 9 citam diretamente um ex-presidente da República, um ex-ministro de Estado, os ministros do TCU, um deputado federal, um ex-deputado federal, além de advogados que acabaram não sendo alvo da operação E$quema S, por conta que os trechos foram rejeitados pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Tiago Cedraz, filho do ministro do TCU, Aroldo Cedraz, foi um dos nomes mais citados na delação. De acordo com Orlando, “Tiago foi claro em dizer o nome dos ministros que iriam receber valores e/ou favores e como isso se dava na prática”.

MINISTROS DO TCU CITADOS:

  • Aroldo Cedraz
  • Raimundo Carreiro
  • Ana Arraes
  • Vital do Rego
  • Bruno Dantas
  • Augusto Nardes
  • Benjamin Zymler
  • Walton Alencar



Leia também:

Terra Brasil Notícias

Um comentário em “DELAÇÃO DO EX-PRESIDENTE DA FECOMÉRCIO CITAVA 8 MINISTROS DO TCU, MAS PGR REJEITOU

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.