BOMBA: DELAÇÃO APONTA ESQUEMA COM R$ 3,8 MILHÕES A RENAN CALHEIROS; “eram malas de dinheiro”

BOMBA: DELAÇÃO APONTA ESQUEMA COM R$ 3,8 MILHÕES A RENAN CALHEIROS; “eram malas de dinheiro”

A Procuradoria-Geral da República (PGR) assinou um acordo de não persecução penal com o operador que relatou ter entregue, em 2014, malas de dinheiro com R$ 3,8 milhões destinados a Renan Calheiros. A informação é do O Globo. Pelo acordo, enviado para a homologação de Edson Fachin, Durval Rodrigues da Costa confessa ter cometido atos de corrupção ativa e se comprometeu a prestar serviços à comunidade por um ano, um mês e dez dias, além de pagar prestação pecuniária no valor de R$ 40 mil.

A delação de Durval Rodrigues é sobre uma ação contra Renan que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), por um desdobramento da delação dos executivos da J&F, e resultou na Operação Alaska, deflagrada pela Polícia Federal. Durval afirmou ter feito entregas de dinheiro em Maceió a pedido de Ricardo Saud, da J&F, que totalizaram mais de R$ 3,8 milhões. O dinheiro seria entregue a Renan Calheiros.

Leia também:

Terra Brasil Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.